sexta-feira, setembro 29, 2006



Mais uma vez vamos fazer uma divulgação e pequena Mostra no Beloura Shopping.

Visitem.

quinta-feira, setembro 28, 2006

Petfil - Obrigado

Venho por este meio agradecer a todos os sócios que estiveram presentes no espaço do CAPIna Petfil, que embora pequeno teve muita alma e que ajudaram, com o seu amor pelos porquinhos,
a que mais uma vez o público em geral pudesse ficar informado e esclarecido sobre eles.

Como sabem, um evento de 3 dias é muito desgastante, e exige uma grande dose de sacrificio e
boa vontade, pelo que estão de parabéns a Joana Soares, que organizou e planeou a intervenção,
aliás sem a Joana, não teria sido possivel estarmos presentes, estando incansável na divulgação
do programa de adopção "Adopte Um Porquinho", e graças a ela todos os porquinhos para adopção arranjaram um novo lar, a Marta sem a qual não era sequer possível levar o material e que fez toda a parte da concepção da publicidade que nos favoreceu imenso; a Isabel Lopes, marido e filha, que passaram lá o sábado até à noitinha e aqui deixo um beijinho especial para a Daniela que foi incansável; a Cátia , que esteve lá nos 3 dias; e mais algumas pessoas que mesmo não sendo sócias não deixaram de estar presentes e ajudar.

Também deixo uma palavra especial à Versele Laga que colaborou em todos os folhetos distribuidos e que não foram poucos.

Daqui o meu muito obrigado a todos e concluo dizendo que o CAPI continuará a apoiar o Programa de Adopção de forma a tentar proporcionar uma vida melhor aos porquinhos, em lares onde sejam especiais.

quinta-feira, setembro 21, 2006

Escolher um novo amigo

Alguém que queira comprar um Porquinho-da-índia tem diversas opções para adquirir o seu novo amigo. A mais comum é comprar o animal numa loja de animais. Infelizmente muitas lojas de animais não mantêm os animais em boas condições e a maior parte dos empregados das lojas não estão qualificados para aconselharem o novo dono, o que para alguém que queira um Porquinho e não tenho muitos conhecimentos de como tratá-lo, pode ser preocupante. Muitas vezes as fêmeas não são separadas dos machos, o que implica que sem saber o novo dono pode estar a comprar uma fêmea grávida; os animais estão em gaiolas sujas com comida errada e têm parasitas. Muitas vezes ouvem-se queixas de donos desapontados que afinal têm um macho, quando na loja lhe disseram que era uma fêmea e vice-versa. A pessoa interessada em comprar primeiro devia dar uma boa olhada na loja, ver se esta dá boas condições aos animais que nela se encontram e só depois decidir em comprar o animal. Lojas que não dão boas condições aos animais que nelas habitam não devem ser escolhidas para fazer compras. É sempre bom ver o que está em volta para no final sermos os donos de um porquinho saudável e evitar que a primeira coisa que se faça é correr para o veterinário pois o animal estava em más condições ( com parasitas, falta de pêlo,etc...).

Os porquinhos também podem ser visto com frequência em mercados. Normalmente estes animais provêm de lugares onde são produzidos em massa sem controlo. São baratos, mas depois o comprador tem de investir em tratamento veterinário. Todos têm de decidir por si se quer suportar estas produções sem controlo ou não, onde muitas vezes se misturam pais e filhos.

A melhor maneira de comprar um porquinho é recorrer a um criador, que o faz por hobby. Aí pode encontrar porquinhos de raça e com pedigree, ou mesmo que não sejam de raça, com certeza estarão em boas condições e serão saudáveis. Um bom criador poderá esclarecê-lo sobre todas as questões que tiver e poderá apoiá-lo mesmo após a compra.

Ainda existe outra maneira de adquirir um porquinho que é a adopção. Normalmente pode verificar páginas de animais na internet que suportam a adopção ou ver classificados nos jornais. De tempos a tempos, pessoas que não podem ter mais o seu animal de estimação em casa, por diversas razões, procuram um novo dono que pode dar boas condições ao animal.

A gaiola para o novo porquinho deve já estar preparada quando o animal chegar. Nos primeiros dias eles são muito tímidos e talvez não queiram comer muito, mas não se deve preocupar muito. Os porquinhos necessitam de se acostumar ao seu novo ambiente, normalmente isso demora uma semana. Logo eles se vão sentir seguros para ficarem mais activos e irão começar a queixar-se com os seus familiares gritinhos se o dono não é suficientemente rápido para lhes dar a comida. Se não tiver a certeza que o seu novo porquinho é saudável e está livre de parasitas, o melhor é não juntá-lo de imediato com outros porquinhos que tenha, de forma a não transmitir doenças. Deverá fazer uma quarentena de 14 dias aproximadamente e depois se já estiver tudo bem, pode colocá-los todos juntos. Se tiver alguma dúvida sobre a saúde do seu porquinho deve sempre recorrer a um veterinário com experiência.

segunda-feira, setembro 18, 2006

T-Shirts com desenhos de Porquinhos


A t-shirt de Verão dos Porquinhos está disponivel. Ao adquirir a T-Shirt está a ajudar e contribuir para os porquinhos em adopção.

Durante todo o ano existem certos desenhos que revertem em maior grau
para as causas que apoiamos. Escolha este desenho num dos vários
suportes de estampagem (tshirt c/ e s/ mangas, avental, pega ou saco)
e beneficie de:

10% desconto imediato

Contribuindo com:

20% para o CAPI
20% para o Cavies Castle
20% para despesas dos resgates

Preços (antes do desconto): Tshirts - 9 euros
Tshirts cavas - 10 euros
Tshirt crinaça - 8 euros
Tshirt bebé - 9 euros
Avental - 5 euros
Pega - 2euros
Saco - 5 euros

Para ver + desenhos e informações Visite o Catálogo da Tenda do Algodão em :
http://www.adopteumporquinho.com

domingo, setembro 17, 2006

Check up os seus Porquinhos

Os Porquinhos-da-índia frequentemente não mostram que não estão bem e só quando é tarde é que se começa a notar algo. Este comportamento natural deles acontece porque na natureza os animais doentes são expulsos dos grupos, daí tentarem evitar ao máximo mostrarem que não estão bem. Quando eles começam a mostrar que algo não está bem com eles, existe já um sério problema de saúde. Nesse caso o dono do animal deverá consultar imediatamente o veterinário ( experiente em roedores ) com o porquinho.

De forma a prevenir que um pequeno problema se transforme num problema sério o melhor a fazer é um Check-Up regular. Assim, o dono poderá notar pequenos sinais de um problema que se está a começar a manifestar e reagir de forma a que possa prevenir o seu crescimento. Em qualquer dos casos se tiver dúvidas sobre algo deve aconselhar-se num veterinário. Todos os dias o dono deve verificar se o animal está a comer bem, se está activo, se tem os olhos e o nariz limpos e sem líquido. Ferimentos também devem tentar ser detectados (ex: pode ter havido luta com o companheiro de gaiola). A verificação dos genitais também é importante.

Semanalmente deve ser feito um Chek-Up mais aprimorado. O animal deve ser pesado e o seu peso anotado de forma a notar diferenças significativas de peso ao longo do tempo. O pêlo deve ser visto para se verificar se tem parasitas ou não e se existem zonas sem pêlo. Também deve olhar os dentes para ver se estes não estão muito grandes e as unhas. Unhas grandes devem ser cortadas. Os animais de pêlo comprido devem ser escovados e se necessário o pêlo deve ser cortado ( especialmente na zona do ânus ) de forma ao animal se sentir mais confortável. Nos machos, o pénis deve ser visto para que aneis de pêlo que possam existir sejam retirados e o saco perianal deve ser limpo em caso de conter sujidade.

No caso de se encontrar algo diferente do habitual o melhor é escrever e não esquecer até ao próximo Check-Up. Com o tempo terá um pequeno livro de saúde do seu porquinho que pode ser útil no dia em que visitar o veterinário