sábado, maio 27, 2006

Os Porquinhos-da-índia
















Apesar do seu nome, a origem desta espécie está na América do Sul, onde um parente selvagem do nosso porquinho doméstico, pode ser ainda hoje encontrado,
nas regiões do Noroeste e Sudeste deste continente, tendo sido domesticados pelos Incas, muito antes dos primeiros europeus terem por lá aportado.

Como animal de estimação, o Porquinho da Índia tem vindo a ser promovido, nos últimos anos, a um patamar muito interessante.

Introduzido na Europa pelos Espanhois no século XVI, os porquinhos rapidamente se popularizaram e começaram a ser criados em vários países europeus no século XVIII.

Nos primórdios do século XIX foram organizadas as
primeiras Exposições de várias raças em Inglaterra, julgadas por um Standard de Raças.
Hoje em dia existem muitos criadores e fãs de porquinhos por todo o mundo.

Em Portugal, ainda há poucos anos, os Porquinhos da Índia eram considerados apenas como petisco culinário em algumas regiões do país, mas o interesse por eles como animal de companhia está a crescer rápidamente, existindo já alguns criadores portugueses que fazem criação das mais diferentes raças e que têm interesse em mostrá-las.

O carácter carinhoso e o seu ar de mascote, levou a que fosse cada vez mais acarinhado e faz dele um caso de
sucesso como animal de companhia.

Manter um Porquinho da Índia é relativamente fácil, não precisa de uma gaiola muito grande (no mínimo 40x60cm,
mas quanto maior, melhor!), não é ruidoso e não tem cheiro intenso.

Os Porquinhos são animais sociais que nunca devem estar sozinhos. O melhor é ter um par do mesmo sexo junto,
dado que os porquinhos, como todos os roedores, têm grandes ninhadas num curto espaço de tempo.

Devem ainda ter a possibilidade de fazer exercício diário fora das gaiolas, de maneira a manterem a forma.

As gaiolas devem ser limpas com muita frequência de modo a evitar cheiros.

A cama deve ser feita com aparas de madeira ou outro material próprio que se pode encontrar nas lojas de animais.

Deve estar sempre disponivel água em bebedouro próprio, com esfera rotativa.

A alimentação deve ser feita à base de feno e de ração própria para Porquinhos da Índia enriquecida com Vitamina C.
Diariamente devem ser oferecidos frutas e vegetais frescos (ver tópico alimentação).

Os Porquinhos da Índia mais comuns são tricolores de pêlo curto, mas existe uma grande variedade de raças e cores (ver tópico raças).

Em adulto, o seu tamanho pode atingir os 25 cm e o seu peso entre 750 e mais de 1kg.

A sua esperança de vida varia entre os 5 e os 8 anos.

Rui Martins e Verena Fuchs
CAPI
– http://capi.no.sapo.pt

Sem comentários: